Na tarde de ontem (14) , a equipe ROCAM do 10º Batalhão da Polícia Militar de Apucarana se deparou com uma situação peculiar durante um patrulhamento no bairro Marcos Freire. O Cabo Pacheco, em entrevista exclusiva ao Canal 38, relatou o ocorrido.

Enquanto realizavam rondas pela Rua Pato Branco, os policiais avistaram um indivíduo em atitude suspeita próximo a um local conhecido por ser ponto de comercialização de entorpecentes. Ao perceber a presença da equipe, o suspeito empreendeu fuga, pulando muros de residências e evadindo-se do local. No entanto, deixou para trás uma motocicleta Honda CG 125 FAN preta.

A análise da placa da motocicleta revelou irregularidades significativas: embora estivesse no modelo Mercosul, a placa continha três letras e quatro números, indicando que estava em desacordo com o padrão estabelecido. Além disso, não possuía QR Code e apresentava a palavra “decorativo” no canto, levantando suspeitas sobre sua autenticidade.

Uma consulta ao número do motor revelou que não correspondia ao da motocicleta em questão, mas sim a uma CG 125 Titan registrada em Botucatu, SP. Adicionalmente, o chassi da motocicleta estava suprimido, impossibilitando sua identificação.

Diante dessas inconsistências e da ausência do suspeito, a motocicleta foi apreendida e encaminhada ao pátio do 10º Batalhão de Polícia Militar de Apucarana para as devidas providências. A polícia continua investigando o caso e busca identificar o proprietário da motocicleta, bem como esclarecer sua possível ligação com atividades criminosas na região.

Siga-nos nas redes sociais:

Compartilhe: